Clínica Médica e Dentária GB

Temos como visão proporcionar soluções inovadoras na área da medicina dentária capazes de transformar sorrisos e concretizar sonhos”

(Dr. José Pedro Geraldes Barba)

217 930 020926 449 566

Clínica Dentária Geraldes Barba

Área da medicina dentária que se dedica à colocação de implantes dentários. Os implantes são fabricados numa liga de titânio e substituem as raízes de dentes perdidos.

Os implantes são inseridos nas áreas dos dentes ausentes e, após um período entre 4 a 6 meses, os implantes são reabilitados. Este período de 4 a 6 meses é o tempo necessário para que haja osseointegração, ou seja, união definitiva entre o osso e o implante.

Os implantes dentários são colocados em função da reabilitação que se deseja obter, podendo ser: Coroa unitária, ponte fixa (com um ou mais dentes suspensos), prótese total fixa ou auxiliar a retenção de uma prótese total removível. Os implantes proporcionam uma vida normal, com funções e cuidados semelhantes às dos dentes naturais.

Objetivos principais:

  • Reposição de um ou mais dentes sem comprometer os dentes adjacentes;
  • Interromper a reabsorção óssea causada pela perda dentária;
  • Recuperar a função mastigatória, fonética e digestiva;
  • Devolver ao paciente o conforto e segurança ao sorrir;
  • Amenizar o envelhecimento facial;

Área de intervenção da medicina dentária responsável pelo tratamento de cáries e reconstrução estética dentária, podendo recorrer à Prótese Fixa. O tratamento das lesões por cárie dentária, fraturas dentárias, alterações de cor ou malformações dentárias congénitas.é realizado com materiais que substituem a estrutura do dente perdido.

A cárie é uma doença que afeta 90% da população. É provocada pela ação de determinadas bactérias que podem originar a destruição parcial ou total do dente.

O Branqueamento dentário permite alterar a cor dos dentes, tornando-os mais claros, sem que haja lesão ou desgaste dos dentes. O branqueamento pode ser feito em casa, onde o paciente dorme com uma goteira onde é colocado o gel de branqueamento, durante 7 a 15 dias.

O branqueamento também pode ser feito no consultório, com a duração de aproximadamente 1h. Podem ser necessárias entre 1 a 3 sessões no consultório para se atingir a cor pretendida.

Objetivos principais:

  • Tratamento da cárie dentária
  • Aumentar a resistência do dente – Através do desenvolvimento da cárie, a estrutura dentária vai sendo eliminada, tornando o dente menos resistente às forças mastigatórias, podendo levar à sua fratura.
  • Melhoria estética

Área de intervenção da medicina dentária que realiza os tratamentos preventivos das patologias da cavidade oral ((cárie dentária, gengivite e periodontite), com uma vertente educativa.

Uma higiene oral correta é essencial para a prevenção da maioria das doenças orais.
A utilização do fio dentário tem como função a eliminação dos resíduos alimentares que se acumulam nas faces proximais dos dentes e que não são removidos pela escova dentária nem por um elixir.
A utilização da pasta dentífrica e escova dentária (manual ou elétrica) tem como função a eliminação dos resíduos alimentares que se acumulam na superfície dos dentes.

Tratamentos realizados nas consultas de higiene oral:

  • Destartarização – Tratamento que consiste na remoção de placa bacteriana e tártaro das superfícies dentárias através da utilização de um aparelho de ultra-sons.
  • Aplicação de selantes de fissuras – Aplicação de uma resina fluida nas superfícies mastigatórias dos dentes, com o objetivo de tornar estas superfícies com menor capacidade de retenção de resíduos alimentares, diminuindo o risco de cárie dentária.
  • Consultas de instrução e motivação para a higiene oral são de extrema importância, para que o paciente aprenda a utilizar corretamente o fio dentário e a técnica de escovagem mais adequada para a sua situação oral.

A ortodontia é um ramo da Estomatologia e Medicina Dentária que tem como objectivo prevenir, diagnosticar e tratar, após estudo anatómico de cada doente, irregularidades, mau posicionamento dos dentes e o perfil facial.

Com métodos específicos, colocam-se aparelhos móveis ou fixos correctivos, reposicionando os dentes até se atingir um equilíbrio e uma boa harmonia dento-facial.

Atualmente existem diversos tipos de aparelhos ortodônticos, desde os tradicionais visíveis e os invisíveis, muito em voga nos nossos dias, como o sistema Invisalign.

A Ortodontia tendo em conta a idade do paciente:

  • Ortodontia preventiva entre os 5 e seis anos de idade;
  • Ortodontia Intercetiva entre os 6 e os 12 anos de idade;
  • Ortodontia Corretiva após os 12 anos de idade.

A estética dentária é a área da Medicina Dentária que se dedica a diferentes tratamentos dentários estéticos, tratando da reparação de dentes fraturados, lesionados por cárie, manchados, correcção de diastemas (espaços existentes entre os dentes), na realização de tratamentos de branqueamento e na colocação de piercings dentários.

O sorriso é uma das primeiras coisas que os outros reparam em nós. Se temos dentes escurecidos, pigmentados, disformes, fraturados, com espaços entre eles ou simplesmente mal posicionados, isso pode afetar o modo como interagimos com as outras pessoas, ao inibir a nossa vontade de rir e sorrir.

Atualmente, recorrendo a técnicas e materiais de ultima geração, a Estética Dentária permite fazer alterações subtis nos dentes de modo a devolver-lhe um sorriso bonito e natural, contribuindo para uma melhoria da sua auto-estima.

Das técnicas usadas nesta área, devemos salientar:

  • Restaurações Estéticas, através da utilização de materiais da cor dos dentes naturais, os dentes fraturados e as lesões dentárias causadas por cárie são tratadas e as inestéticas restaurações de amálgama antigas e/ou pigmentadas são substituídas, atingindo-se excelentes resultados estéticos.
  • Facetas Estéticas, são capas muito finas feitas em cerâmica ou compósito que são coladas sobre os dentes naturais para corrigir a forma e a cor dos dentes. As facetas são a solução mais estética e conservadora para uma grande variedade de problemas dentários e são muitas vezes usadas em combinação com técnicas de branqueamento dentário.
  • Branqueamento dentário, é um procedimento utilizado com o objetivo de clarear a cor dos seus dentes, tornando-os mais brancos. O procedimento na clínica demora cerca de 1h, onde é colocado um gel diretamente sobre a superfície dentária que é ativado com uma luz laser.
  • Piercing dentário,  é um brilhante colocado sobre a superfície visível de um dente. Estes brilhantes podem ter vários formatos e cores.

A Odontopediatria é a área da medicina dentária responsável por prevenir, diagnosticar e tratar problemas dentários das crianças com mais de 1 ano e até à adolescência.

A Odontopediatria possibilita à criança o primeiro contato com o médico dentista onde será avaliado o estado de saúde oral, controlada a erupção dentária e realizados tratamentos preventivos no caso de serem necessários, tais como:

    • Aplicações tópicas de flúor – remineralizam o esmalte evitando a progressão de cáries iniciais e tornam os dentes mais resistentes;
    • Selantes de fissura – são como um verniz que torna a superfície do dente lisa e sem locais onde as bactérias normalmente começam as cáries.

As consultas de Odontopediatria são ainda importantes para ensinar as crianças assim como aos pais, sobre a correta escovagem dos dentes, o uso do flúor e do fio dentário, de forma a garantir a manutenção de uma boa saúde oral.O objetivo das medidas preventivas é o de evitar o aparecimento de cáries, pois o futuro da dentição das crianças depende do controle das cáries e da flora bacteriana.

A Periodontologia é o ramo da medicina dentária que diagnostica e trata das doenças das gengivas e dos tecidos de suporte dos dentes.

A gengivite ou inflação das gengivas é a forma inicial de doença periodontal e é muito frequente. Se não for tratada, a gengivite pode progredir para uma doença muito mais grave chamada periodontite (inflamação/infeção do osso). Esta infeção, provocada por bactérias, pode levar à destruição do osso e do ligamento que segura o dente nos maxilares e se não for tratada leva a que os dentes fiquem móveis e até à sua perda.
Atualmente, estas duas doenças são uma das principais causas de perda de dentes nos adultos.

  • Sangramento espontâneo ou na escovagem das gengivas;
  • Gengivas vermelhas;
  • Aumento de volume ou presença de “pus” nas gengivas;
  • Retração gengival ou gengiva desinserida;
  • Dentes sensíveis ao frio;
  • Mau hálito e/ou mau sabor na boca;
  • Dentes a abanar e a separarem-se;

É fundamental uma vigilância apertada de modo a evitar estas doenças é fazer as limpezas ou destartarizações de 6 em 6 meses além de realizar uma boa higiene oral diária.

A Prostodontia é a área de intervenção da medicina dentária que permite ao paciente reconstruir perdas dentárias unitárias ou múltiplas substituir os dentes perdidos.
As próteses a colocar poderão ser fixas ou removíveis tendo em conta o caso de cada paciente.

Prótese Fixa,quando após perdas dentárias unitárias ou múltiplas, o doente pretenda reconstituir ou melhorar a estética dentária e função mastigatória da forma mais rápida e económica, para tal será possível recorrer à colocação de:

  • Coroas de acrílico ou resina;
  • Coroas de porcelana;
  • Facetas de porcelana ou de resina;
  • Inlays / Onlays;
  • Pontes e pontes sobre Implantes;

Prótese Removível, a Prostodontia propõe em certos casos:

 

  • Prótese removível esquelética;
  • Prótese removível acrílica;
  • Prótese mista ( Prótese removível e fixa);

Uma das áreas mais abrangentes da Medicina Dentária é a Cirurgia Oral e o seu objetivo é prevenir, diagnosticar e tratar de alterações, lesões e patologias da cavidade oral e estruturas anexas.
Esta área é responsável por todos os atos cirúrgicos relacionados com as extrações de dentes que apresentem impossibilidade de manutenção na cavidade oral, nomeadamente dentes com cáries muito extensas e não restauráveis, dentes sem suporte ósseo, dentes inclusos ou supranumerários. Para além destas situações, a extração de um dente pode ainda estar relacionada com a necessidade de ganhar espaço na arcada dentária.

É assim responsabilidade da Cirurgia Oral, tratar ou corrigir um problema previamente diagnosticado e que necessita de solução cirúrgica, bem como o diagnóstico e remoção de quistos ou tumores gengivais.

Casos clínicos mais complexos exigem que outras áreas da Medicina Dentária, tais como a Implantologia, a Ortodontia, a Prostodontia ou a Periodontologia, trabalhem em articulação com a Cirurgia Oral, privilegiando-se nestas situações um plano de tratamento integrado e multidisciplinar.

Algumas patologias que são da responsabilidade da Cirurgia Oral:

  • Extracções de dentes simples ou complicadas;
  • Extracções de dentes inclusos ou semi-inclusos (p.ex. sisos, caninos inclusos);
  • Extracções de dentes supra-numerários;
  • Quistos;
  • Tumores gengivais, linguais;
  • Regeneração óssea;

A Endodontia é a área da medicina dentária que tem como objetivo a preservação do dente por meio de prevenção, diagnóstico, tratamento e controlo das alterações da polpa e dos tecidos peri-radiculares.
Este tratamento, mais conhecido por “desvitalização”, que normalmente é indicado num avançado estado de infecção, em que o interior do dente (polpa do dente) está atingido.
 Com este tratamento, pretende-se recuperar o dente através dos seguintes procedimentos: 

  • Retirando a polpa do dente (nervo) – é o responsável pela maior parte da dor;
  • Desinfectando e selando os canais do dente;
  • Após “mumificação” dos canais, realiza-se a reconstrução do dente;

Normalmente uma desvitalização é feita em duas ou três sessões. Depois do dente estar desvitalizado deverá ser recuperado através de uma coroa, ou de qualquer outra restauração que permita adquirir a função perdida. Se este tratamento não for realizado levará à extração do dente.

A Oclusão é a área da Medicina Dentária que diagnostica, previne e trata os problemas relacionados com más oclusões (incorreta posição) e disfunções temporo-mandibulares, (problemas da articulação da mandíbula) que normalmente se manifestam em:

• Dores e cansaço dos músculos da face;
• Dores mastigatórias;
• Estalido na abertura e/ou fecho da boca;
• Dificuldade de abertura e/ou fecho da boca;
• Dores de cabeça;
• Disfunção da Articulação Temporo-Mandibular (ATM) e Dor Orofacial.

A (ATM), disfunção da articulação temporo-mandibular é definida como um conjunto de distúrbios que envolvem os músculos mastigatórios, a articulação temporo-mandibular e estruturas associadas.
Localizada junto ao ouvido, a articulação temporo-mandibular estabelece a união da mandíbula com o crânio.
As disfunções desta articulação estão, regra geral relacionadas com problemas de posicionamento dentário que provocam desequilíbrio nas articulações, músculos e ligamentos.

Implantologia

Área da medicina dentária que se dedica à colocação de implantes dentários. Os implantes são fabricados numa liga de titânio e substituem as raízes de dentes perdidos.

Ortodontia - Aparelhos Dentários

Atualmente existem diversos tipos de aparelhos ortodônticos, desde os tradicionais visíveis e os invisíveis, muito em voga nos nossos dias, como o sistema Invisalign.

Higiene Oral

Uma higiene oral correta é essencial para a prevenção da maioria das doenças orais.

Odontopediatria

A Odontopediatria possibilita à criança o primeiro contato com o médico dentista onde será avaliado o estado de saúde oral.

“Às vezes, sorrir é a melhor maneira de ajudar a mudar o mundo. O sorriso molda a forma como levamos as coisas, nos tornando mais flexíveis e fortes diante das situações mais difíceis da vida.”

(Um filósofo anónimo da Grécia antiga)

Agendar Consulta